Pão feito em casa


Porque o pãozinho de padaria já não é mais o mesmo...







































Os pães das padarias estão cada dia mais "sem gosto" e isso enjoa, e enjoa fácil!
Por isso tenho feito muito pão em casa. Muitas vezes peço a ajuda da minha máquina de pão (só para dar a misturada inicial), sovo com as mãos e sempre asso os pães em meu forno elétrico pois o resultado final é melhor.
Hoje a idéia era fazer um pão com beterraba (o filhote mais velho que pediu) mas não tinha nenhuma na geladeira. Então logo em seguida ele lembrou da cenoura, seu segundo vegetal preferido, rsrs...

Pão de leite com cenoura
  • 2 ovos caipiras
  • 1 xícara de leite morno
  • 1/2 xícara de azeite de oliva
  • 3 1/4 xícaras de farinha de trigo
  • 3 colheres (sopa) de açúcar demerara
  • 1 colher (chá) de sal marinho
  • 1 sachê de fermento para pão
  • 2 cenouras médias raladas
Misture a farinha, o açúcar e o sal numa vasilha e reserve. Em outra vasilha junte o leite morno, o azeite, os ovos e o fermento e misture bem. Junte o líquido com a farinha mexendo com uma colher de pau até misturar bem e só então sove a massa com as mãos. Se necessário adicione um pouco mais de farinha até notar que não gruda mais nas mãos, porém cuidado para não exagerar pois esta massa deve ficar bem macia. Coloque em duas formas para pão untadas e polvilhadas e deixe crescer por meia hora ou até dobrar de volume. Asse em forno médio pré aquecido até dourar. O pão estará pronto quando você bater com os nós dos dedos embaixo dele e ouvir um barulho oco.
Obs.: pode ser feito na máquina de pão. 

Gelatina diferente







































Estas gelatinas de algas marinhas (ágar-ágar) endurecem em temperatura ambiente em apenas alguns minutos e depois de solidas não derretem mais. Podem ser feitas nos mais diversos sabores e cores. Já fiz de leite de coco, morango com kiwi, café com leite, chocolate com menta, melão, doce de leite, com pedaços de frutas e etc...
Aqui em casa meus filhos e eu preferimos os sabores de frutas (que faço sempre com polpas naturais) e quando necessário adoço com açúcar demerara. Sirvo geladinhas!

Gelatina de manga e hibisco.

Hibisco
  • 1 colher (sopa) rasa de ágar-ágar (gelatina de algas)
  • 300 ml de água
  • açúcar a gosto
  • 500 ml de chá de hibisco bem forte
Manga
  • 1 colher (sopa) rasa de ágar-ágar (gelatina de algas)
  • 300 ml de água
  • açúcar a gosto
  • 500 ml de suco de manga (concentrado)*

Modo de preparo: dissolva a gelatina na água e leve ao fogo alto. Assim que ferver conte 3 minutos e desligue. Misture com o chá e adoce a gosto. Transfira para uma forma e espere esfriar para cortar.
Faça o mesmo com a gelatina de manga. 
* Para o suco de manga usei a polpa da fruta inteira e bati com o mínimo de água, assim quase não precisei adoçar a gelatina.

Para fazer as gelatinas com flores usei cortadores de biscoitos, coloquei as flores no centro de uma forminha de cupacake (de silicone) e despejei a gelatina de manga ainda mole. Espere endurecer para desenformar. 

usando os cortadores de cookies!








Alimento saudável que vai para o lixo

Não é o que acontece aqui em casa...







































Desde que comecei a comprar orgânicos (lá pelos anos 2000/2001) nunca mais joguei folhas, talos e cascas fora. Aqui em casa quando não usamos para a nossa alimentação, vai direto para a "mesa" dos nossos jabutis e/ou coelhos. Muita coisa boa se perde quando jogamos fora, por exemplo: casca de abóbora, folhas e talos de beterraba, folhas de cenoura e etc, que aqui em casa acabam se transformando em bolos, tortas, refogados, sopas, pães e geléias... 
Faço esses pãezinhos recheados para meu filho mais velho levar para o lanche da escola, cada semana escolho um recheio diferente, ele aprova!

Hamburguinho no pão de fibras

Hamburguer

  • 1 kg de carne moída de primeira (pouca gordura)
  • 1 cebola branca ou roxa, média
  • 8 folhas e talos de beterraba
  • 1 maço pequeno de folhas de cenoura
  • salsinha, manjericão e alecrim a gosto
  • pitadinha de cardamomo em pó
  • sal, pimenta e azeite de oliva a gosto

Junte no processador a cebola, as folhas de beterraba e cenoura, a salsinha, o manjericão, o alecrim e um pouquinho de azeite de oliva e processe até ficar miudinho. Misture à carne moída e tempere com o cardamomo, sal e se desejar um pouquinho de pimenta. Forme bolinhas achatadas e asse em forma antiaderente por aproximadamente 15 minutos. Espere esfriar para utilizar.

pãezinhos de fibras (adaptados daqui)

  • 1 1/2 xícaras de água morna
  • 1/2 xícara de óleo (uso de girassol/milho)
  • 2 colheres (sopa) de açúcar demerara
  • 1/3 colher (sopa) de sal
  • 2 1/2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de farelo de aveia
  • 2 colheres (sopa) de farelo de trigo
  • 2 colheres (sopa) de farelo de centeio
  • 1 colher (sopa) de farinha de linhaça
  • 1 pacotinho de fermento instantâneo
  • gema de ovo para pincelar (uso ovo caipira)

Se tiver máquina de pão, coloque na ordem da receita e deixe bater apenas até a massa ficar homogênea. Caso não tenha, misture o fermento com as farinhas numa vasilha larga e reserve. Misture a água, o óleo o açúcar e o sal e aos poucos vá colocando na vasilha da farinha. Sove a massa até ficar lisa. Se necessário coloque mais um pouco de farinha, aproximadamente 1/2 xícara. A massa não fica pesada mas também não é molenga.

Montagem: pegue os hamburguinhos já assados e frios e cubra-os com a massa, pincele com a gema de ovo e jogue gergelim ou orégano por cima. Asse em forno pré-aquecido a 180ºC por aproximadamente 25 minutos ou até dourar. Congele por até 1 mês e na hora de descongelar coloque-os na geladeira até a hora de comer. Caso queira, descongele no microondas, colocando cada 4 salgados por aproximadamente 60 segundos.

Dê uma chance ao descartado e surpreenda-se!

Mais coco por favor!







































Sempre que pergunto para o marido qual sobremesa ele quer que eu faça ele apenas responde: qualquer uma que leve coco!!! E não foi diferente quando no dia do nosso aniversário de 13 anos, fiz a mesma pergunta e ouvi a mesma resposta, porém desta vez ele foi mais específico, queria muito um manjar de coco com ameixa.

Manjar de coco (receita daqui)

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas e meia de leite (usando a lata)
  • 1 vidro de leite de coco (200ml)
  • 1/2 xícara de amido de milho

Misture o amido de milho em um pouco de leite e leve a uma panela com o restante dos ingredientes. Leve ao fogo médio/baixo mexendo sempre até engrossar bem. Retire do fogo e despeje em uma forma untada com óleo ou apenas molhada (ou em taças individuais) e leve para gelar por aproximadamente 3 horas.

Calda de ameixas
  • 1 xícara de açúcar
  • 2 xícaras de água
  • 200g de ameixa preta sem caroço
  • 1 pedaço de canela em pau
  • 3 cravos da índia

Leve tudo ao fogo médio em uma panela de fundo grosso (joguei algumas uvas passas também) e cozinhe por aproximadamente 10 minutos depois que iniciar a fervura. Sirva fria com o manjar.

Obs.: Tanto a calda quanto o manjar ficam bem docinhos, pra quem gosta não tem problema pois fica uma delícia, mas da próxima vez aumentarei o leite do manjar e diminuirei o açúcar da calda, veremos como ficará... :)


Tal mãe, tal filha







































Minha filhota é como eu, adora um sorvetinho no frio. Claro que evito dar sorvetes industrializados para ela mas isso não a impede de saboreá-los.
É uma idéia tão fácil e ridiculamente simples que prefiro nem chamar de receita, então lá vai a dica!

Gelado de morango e banana
  • 4 bananas
  • 12 morangos

Deixe as frutas no freezer de um dia para o outro. Bata todas juntas ainda congeladas no processador até ficar homogêneo, sirva em seguida.




Bolinhas, bolotas ou almônemas?


                                                                                                           






































Essas bolinhas já tiveram tantos nomes, Francisco quando pequeno as chamava de bolotas. Outro dia Flavia me perguntou o que eram e eu respondi, ela escutou e repetiu: almônemas! Bolinhas de carne, bolotas, almônemas ou hamburgueres redondos, tanto faz... O que importa é que ela cai bem com uma boa macarronada (ou com arroz ou com polenta ou em um belo sanduíche).

Almôndegas de carne

  • 600g de carne moída (usei músculo)
  • 1/2 cebola 
  • 2 dentes de alho
  • 1 ovo inteiro
  • 4 a 6 colheres (sopa) de aveia em flocos finos
  • salsinha, sal e pimenta a gosto

Molho de tomate

  • 6 tomates maduros
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • azeite
  • pitada de açúcar
  • gotinhas de limão
  • sal e pimenta a gosto

Comece pelas almôndegas processando a cebola o alho e a salsinha. Misture os temperos com a carne e o ovo. Vá colocando a aveia aos poucos até dar liga (não precisa e nem deve ficar muito pesada, apenas a ponto de se conseguir enrolar bolinhas). Leve ao forno pré aquecido a 200 graus e asse até dourar levemente, aproximadamente 20 minutos. Enquanto isso prepare o molho. Pique os tomates em cubinhos, reserve. Em uma panela aqueça o azeite e doure levemente a cebola e o alho. Em seguida adicione os tomates e deixe cozinhar em fogo médio com a panela semi tampada. Coloque uma pitada de açúcar, tempere a gosto e pingue algumas gotas de limão, cozinhe o molho em fogo baixo até engrossar. Retire as almôndegas do forno e junte-as ao molho, cozinhando por mais alguns minutos. Sirva com macarrão al dente.


Assando...

Idéias da minha mãe

É sempre bom ouvi-las, especialmente se for sobre comida...







































Um dos bolos que mais gosto é o simples bolo de laranja que aprendi com minha mãe, aquele bem fofo e amarelinho... 
Dia desses ela me ligou:

- Oi Noelle, tudo bem com vocês?
- Oi mãe, tudo certo, e vocês?
- Tudo bem... já fez bolo de mexerica?
- Sim, mas faz tempo que não faço...
- Mas você já fez bolo com a casca da mexerica?
- Não, como assim? Não fiz...
- Sabe quele bolo de laranja que eu faço?
- Sei...
- Então, ao invés de colocar suco de laranja, use o de mexerica e na medida da receita você bate uma mexerica inteira, com casca, semente e tudo, bate no liquidificador e depois coa antes de misturar na massa...
- Huum, deve ficar bom!
- Fica uma delícia, aproveita e usa as mexeriquinhas que tem aí no seu quintal!
- Vou fazer isso sim mãe, obr...
- Ah então tá, era só isso mesmo, tchau, um beijo!
-...

Bolo de mexerica

  • 2 xícaras de açúcar cristal
  • 1 xícara de suco de mexerica
  • 1 mexerica inteira
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher rasa (sopa) de fermento em pó
  • 4 ovos separados


Bata no liquidificador o suco de mexerica com a mexerica inteira. Na batedeira, misture as gemas e o açúcar até obter um creme claro e fofo, junte o suco de mexerica e mexa com uma espátula, vá adicionando aos poucos a farinha de trigo peneirada. Depois de misturar bata na batedeira até ficar homogêneo. Bata as claras em neve e misture delicadamente ao restante da massa. Por último acrescente o fermento e misture suavemente. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura média por aproximadamente 30/35 minutos ou até passar pelo teste do palito. Após desenformar e esfriar completamente, regue com um pouco de suco de mexerica se desejar e polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Doce para os pequenos

Fiz para os filhotes mas confesso que eu também me esbaldei!







































É um simples, porém delicioso flan de laranja. Pode ser feito com manga, abacaxi, mexerica ou qualquer outra fruta que desejar. Eu prefiro fazer estas sobremesas em casa pois além de mais saudáveis e saborosas, sei a procedência dos ingredientes que uso, ou seja, nada de corantes, conservantes e outras porcarias mais...

Flan de laranja


  • 800ml de suco de laranja natural
  • 1/2 xícara de açúcar demerara
  • 5 colheres (sopa) de amido de milho

Misture o amido de milho em 200ml de suco e coloque em uma panela com o restante do suco e o açúcar (se usar laranja lima diminua o açúcar). Em fogo médio, mexa até começar a engrossar. Assim que borbulhar, abaixe o fogo e cozinhe por mais 5 minutos, sempre mexendo. Coloque em forminhas untadas com óleo e água e leve à geladeira por 3 horas. Sirva com frutas.

Uso principalmente três tipos de açúcar aqui em casa: cristal, demerara e mascavo.
O demerara e o mascavo são os principais no preparo de doces para os meus filhos, pois são os que contém os valores nutricionais mais altos. Mesmo assim não é recomendado exagerar na quantidade...
Para saber as diferenças entre eles leia aqui.

Feira na geladeira







































Aprendi com meu sogro uma maneira muito fácil de preparar e conservar os legumes comprados na feira. É uma salada deliciosa, que pode ser guardada na geladeira por até 5 dias (aqui em casa ela não passa de 3 dias). Ele a chama de 'salada em conserva' ou 'salada japonesa', mas na verdade desconhecemos seu verdadeiro nome ou sua origem... Ela pode ser usada como acompanhamento ou prato principal (no caso de um yakisoba) e combina perfeitamente com sanduíches de carnes, como pernil ou frango desfiado. 

Salada em conserva (japonesa)

  • 1 couve-flor
  • 1 brócolis (japonês)
  • 3 cenouras grandes
  • 3 pepinos (japonês)
  • 1 pimentão verde
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão amarelo
  • 2 cebolas brancas
  • 2 cebolas roxas
  • 2 colheres (arroz) de açúcar (usei cristal orgânico)
  • 1 colher (rasa) de ajinomoto
  • 200 ml de vinagre (usei de maçã)
  • 300 ml de shoyu
  • 500 ml de óleo de girassol

Cortar tudo em tiras e colocar em uma panela ou bacia de inox (de preferência bem larga), misturar bem com todos os temperos (menos o óleo). Aquecer o óleo até o ponto de fritura (eu faço o teste jogando um dente de alho). Regar a salada com o óleo bem quente. Espere esfriar um pouco e guarde tampado na geladeira.

Tudo cru!






































Se alguém souber algo sobre esta salada, por favor nos conte, gostaríamos muito de saber! 
Muito obrigada...

Update 5/8: Esta salada fica ainda melhor se consumida 48 horas após o preparo. Se antes disso ela não for aberta, conte a partir daí os 5 dias de validade.

Chocolate de verdade

Muito antes de ler esta matéria sobre a falta (ou quase ausência) de cacau nos principais chocolates vendidos aqui no Brasil, eu já costumava fazer os meus próprios doces e bombons em casa.







































E a grande irônia é que dependendo da marca escolhida, custa o mesmo preço ou até mais caro que um bom chocolate com 50% ou 70% cacau.
Este fudge foi uma tentativa de reproduzir um "Charge" caseiro.
Segundo marido e filhos, ficou melhor!

Fudge com amendoim e caramelo
(Receita de Fudge adaptada daqui)

Para o fudge:
  • 300 g de chocolate meio amargo (usei metade Callebaut 53% e 70,4%)
  • 1 lata de leite condensado
  • 30 g de manteiga sem sal
  • pitadinha de sal
  • 150 g de amendoim torrado sem pele
Para o caramelo:
  • 250 g de balinhas de caramelo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga de amendoim
  • 2 colheres (sopa) de leite
  • 8 marshmallows
Leve ao fogo médio/baixo uma panela com o chocolate, o leite condensado, a manteiga e o sal e mexa até derreter. Desligue o fogo e junte o amendoim, misturando bem. Despeje essa mistura em uma forma untada e espalhe, alisando bem. Leve à geladeira.
Em fogo baixo uma panela de fundo grosso, coloque as balinhas e o leite e mexa até derreter, junte a manteiga de amendoim e os marshmallows e misture até homogeneizar.
Despeje por cima do fudge e leve à geladeira novamente até endurecer.

Se desejar, corte em barrinhas e passe-as no cacau em pó, no açúcar de confeiteiro ou banhe em chocolote ao leite ou meio amargo OU deixe de frescura e coma direto da forma.
De qualquer maneira é melhor do que pagar por chocolate fake, não é?